Inspiração

Organizando a casa – segundo Marie Kondo

Estou em férias, ou seja, no momento mais inspirador do ano para organizar e casa e a vida.

Já faz alguns anos que eu vinha observando que minha casa precisava se tornar mais funcional, adaptada a minha rotina, e desta vez não bastava arrumar gavetas ou papéis. Havia chegado o momento de reparar a pintura da parede, fazer consertos, mudar os móveis e rever as funções de cada cômodo.

No meio do caos destas mudanças, eu comprei e li a versão digital do livro – A Mágica da Arrumação da personal organizer oriental Marie Kondo.

foto125
Marie acaba de lançar o segundo livro no Brasil!

Marie é uma japonesa de 30 anos que está sendo aclamada no mundo todo sobre seu método de organização pessoal – KonMari. Eu já tinha lido algumas resenhas do primeiro livro, mas preferi conferir cada parágrafo dos seus ensinamentos.

O livro está longe de ser algo que irá trazer novos significados para minha vida, pois achei a Marie muito pragmática e se você tem lido meu blog já sabe que eu adoro uma firula. Mesmo assim, acredito que vale muito a leitura, pois eu, assim como a autora, acredito que a intenção de mudança de vida depende de foco e organização.

Abaixo, compartilho dez coisas que a japonesa hit descreve em seu primeiro livro publicado no Brasil:

  • Qualquer mudança que você deseja promover em seu estilo de vida, deve começar com a organização da sua casa, dos seus objetos, das suas áreas de foco. Segundo a autora, os clientes atendidos em suas consultorias, após conseguirem realizar a organização seguindo suas orientações, tiveram mais êxito em questões profissionais e até mesmo comportamentais.
  • Assim como outros livros que propõe métodos de organização, os ensinamentos da autora também dão enfoque que um ambiente bagunçado está intimamente ligado a uma mente desorganizada. O método KonMari é um guia que propõe facilidades para tornar as pessoas mais organizadas, com a finalidade de promover mais tempo e energia para apreciar momentos prazerosos da vida, ao invés de se tornar um escravo dos objetos.
foto131
Tomar um chá quentinho pode ser um momento prazeroso do dia!
  • O modo como você deseja viver deve refletir em cada cômodo, em cada objeto, ou seja, isto incluiu um processo de rever hábitos e convicções.
foto126
Exemplo: um quarto organizado e com poucos objetos irá agregar mais conforto e ao mesmo tempo mais qualidade para o sono – ou seja, uma vida com mais plenitude.
  • Marie propõe que não haja interrupções no processo de arrumação. Ela condena métodos que sugerem que a organização deve ser feita gradativamente. Ela propõe que a arrumação seja um evento especial – aqui eu concordo com ela, por isto acho que as férias ou um feriado prolongado são favoráveis para períodos que se deseja promover estas transformações.
  • A maioria das pessoas sempre terá uma desculpa para não se organizar. O KonMari basicamente consiste em descartar o que é desnecessário e saber onde guardar o que ficou. Simplificando a arrumação, segundo Marie, a pessoa terá uma mudança drástica em seu estilo de vida e esta autopercepção irá influenciar outras atitudes comportamentais.
  • O que mais chama a atenção no livro é que autora propõe um vínculo emocional com os objetos, ao ponto de sugerir que mentalmente você expresse gratidão à sua casa, sua bolsa, livros e sapatos. Ela enfatiza que a decisão de desapegar das coisas ou de mantê-las deve ter como premissa a felicidade, sugere que se olhe com muita atenção para cada objeto que possuímos e que a decisão de guardá-lo esteja baseada na alegria que aquilo promove. Aqui começa o radicalismo de Marie “mantenha as coisas que falam ao coração e tome coragem para jogar fora todo o restante”.

foto130

  • Cada objeto deve ser avaliado sobre o ponto de vista de funcionalidade, valor informativo, apego emocional e raridade. Ao contrário de métodos que ensinam organizar cômodos da casa, Marie sugere organizar por categorias: roupas, livros, papéis, komonos (que em japonês significa – itens diversos) etc.

foto172

  • O livro também estimula o cuidar dos objetos, inclusive com o toque das mãos. Sugere que as roupas antes de serem guardadas sejam alisadas, tocadas, transmitindo boa energia. Aqui a personal organizer ensina dobrar roupas, ocupar menos espaço nas gavetas e dá dicas de como aproveitar itens como caixas de sapatos para ajudar a organizar. Quanto às dicas de como lidar com a papelada achei os conceitos do livro muito simplistas, pois a regra recomendada é “jogue tudo fora” – a palavra de ordem é simplicidade. Para a autora, basta encontrar um local onde os objetos possam “morar”. Não há regras de arquivo e nem classificação.
foto129
Parte do livro descreve como dobrar e guardar roupas na vertical, otimizando espaços e facilitando a identificação.
  • Cada objeto que nos pertence descreve nosso passado e as decisões que tomamos na vida, portanto, quando organizamos a casa temos a oportunidade de novamente escolher aquilo que queremos ser. Quando não nos desapegamos de alguns objetos deixamos nos levar pelo apego ao passado (sentimentos) ou medo do futuro. Marie é categórica: a melhor maneira de descobrir o que queremos de verdade é quando nos livramos daquilo que temos certeza que não mais queremos.
  • Os ensinamentos compartilhados pela autora também aconselham um estilo de vida minimalista, desapegado dos excessos e do consumismo, com foco em prioridades e decisões conscientes.
foto128
Maria é direta: nada de comprar porta-trecos, use a criatividade para reutilizar caixas como divisórias.

De alguma forma, estes ensinamentos acabaram influenciando as mudanças que promovemos em minha casa e já posso sentir uma brisa de renovação.

Se você busca uma mudança ou uma vida mais simples, espero ter deixado uma dose de inspiração para renovar!!!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s